30 de out de 2011

20 dias 20 posts - 12: tedx e festa à fantasia


O meu sábado foi marcado por dois eventos extremamente diferentes – mas, nem por isso, pouco importantes. Um deles foi o TEDxUnisinos. O outro, uma festa à fantasia.

Pra que nunca ouviu falar em TED e TEDx, um pouco de história. Criado na Califórnia há 25 anos, o TED é uma organização sem fins lucrativos voltados para disseminar “ideias que merecem ser espalhadas”. E no espírito das ideias que merecem ser espalhadas, o TED criou o programa chamado TEDx. O TEDx é um programa de eventos locais, e organizados de forma independente, que reúne pessoas para dividir uma experiência ao estilo TED. O TEDx reúne pessoas de diversas áreas do conhecimento para falar sobre suas melhores ideias em palestras com duração de 6 a 18 minutos.

Massa, né? Então rolou um desses ontem, em Porto Alegre. Eu me inscrevi (com aquele videozinho que postei, lembram?), fui selecionada e pude ir lá assistir ao vivo – e não através de transmissões online e coisa e tal. Só que eu moro no interior – e Porto Alegre é longe...

Pra resumir: acordei às 4 horas da manhã. Ganhei carona do pai até a casa de um amigo em Novo Hamburgo, peguei ônibus, trem, ônibus, andei um bom pedaço à pé. Tudo isso pra chegar lá antes das 9. E deu tudo certo e tal. E foi muito massa.


O tema desse TEDx foi “Inovação na educação”. Então estavam lá pessoas absurdamente diferentes (americanos, coreanos, nordestinos, gaúchos, etc) lançando diversos olhares sobre esse tema tão bacana. Impossível não sair inspirado. Impossível não ficar com uma esperançazinha e acreditar que o nosso país tem jeito. E impossível não conhecer pessoas legais. Foi em evento que só agregou, certamente.

Daí cheguei em casa por voltas das 20 horas. Tomei banho, contei pra família como tinha sido tudo, dei uma relaxadinha e... hora de ficar pronta para a noite, claro! E a programação da noite não era nada relax: festa à fantasia!

Uma das coisas que eu acho mais idiota na face da Terra é aquele tipo de pessoa que vai sem fantasia em festas à fantasia. Se não é pra entrar no clima, procure outro lugar para ir – ou fique em casa. Mas achei bem bacana que o pessoal se puxou. Eu fui de militar. Olha só:

HUAHEUAHEUHAUEHAUEHAUE Gata! NOT! Na verdade eu queria uma fantasia de pirata, que tinha um corpete e uma saia rodada, mas o aluguel era 65 reais. Achei muito por uma noite só. O aluguel dessa que eu peguei foi R$40,00. Caro mesmo assim. Enfim. As gurias que estavam comigo foram de vampiras, gatinhas, bailarinas, Pikachu...

Essa é a parte massa desse tipo de festa. Roupas diferentes, criatividade, essa coisa de se permitir ser o que não é. E tinha gente de tudo o que é tipo de roupa. De bicho, de policial, de Amy Winehouse, de colegial, de padre, de bruxa, de Slipknot... Tinha até um cara de sunga e regata. E antes que vocês questionem: sim, mantive distância dele.

E a festa rolou madrugada adentro. E no final das contas, o sábado foi longo - partindo da regra que um dia só passa pro outro depois que eu já dormi. Então o sábado durou até pelas 4 da manhã do domingo. o que totalizou 24 horas de pé. BÓ!

E eu sei que esse post aqui ficou meio que um “querido diário”, mas é domingo, né, gente. Não esperem que eu vá ficar o dia todo na frente do computador, please!

Tá, vou lá viver o resto do dia. BEIJO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários! Vamos conversar?