19 de out de 2008

já vai, já faço.

Daí eu fiquei com vontade de comer aquele bolo de laranja lá da padaria. O processo seria simples: sair do Orkut, trocar de bermuda, atravessar a rua, andar um quarteirão e comprar. Ok, daqui a pouquinho eu vou. Só vou ver o que ele vai me responder naquele scrap. Já tô indo. Daqui a pouco. Então, quando finalmente vou, a padaria já fechou. Isso acontece com frequência, essa coisa de deixar afazeres pra última hora. Eu, pronta pra balada, resolvo pintar as unhas dez minutinhos antes da carona chegar (e é claro que o resultado é péssimo). Dentro do ônibus, com ele em movimento, eu resolvo ver se tenho dinheiro pra pagar a passagem. Porém, não se desesperem! Eu sou bem responsável para outros assuntos (que não são do coração, haha). Trabalhos da faculdade, temas de inglês e coisas do meu emprego, por exemplo, eu faço na hora. Bem, não tão na hora, mas o mais breve possível. Pooorém, quando o assunto é "Nicole, seca a louça pra mim? Me ajuda aqui? Não esquece de separar o guarda-chuva, tá?" a resposta geralmente é "Ahã, já tô indo. Já faço, sem problema". Daí já sabe, né?
___________
Aí, galerê, vejam bem. Tenho 3 post incríveis e emocionantes, prontinhos (ou nem tanto), para compartilhar com vocês. Só que, sei lá, cara, não vou publicar os três na mesma vez né, haha, juuura meu, q. Então, proponho uma votação.
Qual o próximo post que vocês querem ler aqui?
a) a minha incrível doação de sangue
b) cara, fiz minha carteira de motorista
c) o incrível dia em que trabalhei vestida de emília
As eleições vão até o dia em que eu resolver que acabaram, afinal, eu sou a dona da budega e mando aqui. hahaha Até breve! ;*

5 de out de 2008

almoço pensando na janta

Podem me odiar e tudo mais, jogar pedras, fazer macumbas - não posso fazer nada. Eu sou bem daquele tipo que come, come, cooome e não engorda um grama. Posso comer brigadeiros, pasteis e pizzas de 5 queijos que as calorias não se acumulam nos meus quadris. Não preciso calcular quantas calorias tem em dois biscoitos se no pacotinho de 100 gramas tem 273 e muito menos cortar ao meio um alfajor. Continuo a mesma magricela - e com um apetite voraz! Almoço já pensando na janta, é bem assim que acontece. É claro que mantenho uma relação amigável com a comida. Nunca devoro uma caixa de bombons inteira, nem como quando estou entediada. Refeição tem hora certa - e eu procuro seguir isso. Porém, não podemos nos privar sempre de tudo, não é? Afinal... comer é uma das maravilhas da vida. Viva os chocolates, miojos e cachorros quentes! Comer é uma arte. Ficar magricelo... faz parte!