30 de mar de 2011

o trauma do coelho da páscoa

Eu nunca compartilhei com muitas pessoas isso. Chegou a hora de abrir o jogo. Eu tenho medo do Coelho da Páscoa. Não me julguem por causa disso.

Sério. Se teve uma coisa que me aterrorizou na infância, mais do que o Fofão, Freddy Krueger e a boneca da Xuxa que matava pessoas, foi o Coelho da Páscoa. Eu não sei exatamente o motivo, mas ficava apavorada com a hipótese de acordar no meio da noite e me deparar com um bicho de olhos vermelho, de pelo branquinho, gigante e assustador andando dentro da minha casa.

Um dos pesadelos mais memoráveis que eu tive foi um que eu estava conversando com a minha mãe, tranquilona, quando ela de repente se transformou em um coelho gigante. Você sabe o que é isso pruma criança? É a treva!

Daí eu até fazia coisas pro Coelho não ficar brabo comigo e não vir me machucar. Deixava cenouras dentro de um prato, na sacada do apartamento, pra ele comer e tal. Daí de manhã a cenoura estava roída – ou seja, ELE havia passado lá em casa. Por sorte eu não tinha visto!

E eu sempre achava que o Coelho também não gostava muito de mim, porque me sacaneava demais escondendo meus ninhos em lugares que eu demorava muito tempo para encontrar. Daí depois que eu descobri que era meu pai que se divertia horrores fazendo isso. :/

Bom, e já que eu to confessando coisas, eu também nunca gostei muito de ganhar chocolates com formato de coelho, se vocês querem saber. Mas isso é só porque eu sou meio mala mesmo.

E eu fui me lembrar de todo esse trauma por causa do que aconteceu sábado. Eu estava andando pela rua, depois de fazer umas comprinhas, quando vi de looooonge uma pessoa vestida de coelho (eu tenho tipo um radar que enxerga de longe pessoas vestidas de coisas, tipo palhaços, colchões, bichos). Eu não curto isso porque eu devo ter uma espécie de imã de bizarrices, que faz com que essas pessoas fantasiadas sempre venham falar comigo. E dessa vez não foi diferente, é claro.

Eu fui já com o pensamento de “PORRA, esse coelho vai falar comigo” - e, se você já leu O Segredo, sabe que quando você mentaliza uma coisa o universo manda pra você e é claro que ele falou. “Degustação de sorvetes, moça?” – disse a pessoa. “NÃOOBRIGADA” eu disse, pronta pra sair correndo. E olha que era comida, né.

Mas, enfim. Vocês também têm medo? Contem pra Nicole! Hahuahuhea! E até mais! :*

28 de mar de 2011

a melhor pizza do mundo

Só porque eu e as gurias vamos ir na pizzaria, me lembrei que tinha esse post pronto nos meus rascunhos. Enjoy!

Se você quer de alguma maneira me agradar e me deixar feliz, me convide para comer pizza. Simmmmm, eu adoro pizza! Aquela coisa quentinha, com muito queijo e coisarada por cima. Há quem prefira churrasco, lasanha, massa com molho, bife acebolado, sei lá o quê. Eu, como gordinha safada que sou, prefiro uma bela pizza.

Adoooooro ir a pizzarias, seja com a família ou com uma turma de amigos. Só nunca fui sozinha, porque... bem, sei lá, nunca deu na telha - e é uma coisa meio forever alone, né, ir no rodízio sozinho. Mas é uma maravillha. Todos aqueles sabores passando e passando e passando... Camarão, quatro queijos, portuguesa. Cara, eu adoro pizza portuguesa!
O único problema de ir em pizzarias é que eu nunca consigo fazer alguma programação depois. Tipo, ir pra balada depois de ir na pizzaria é simplesmente impossível! Tudo o que eu quero, depois de comer 29 pedaços de pizza, é deitar e dormir. Ou, em outras palavras, jiboiar.

Mas como nem sempre o bolso tá rechado para ir comer fora (sim, eu sou uma estagiária e universitária pobre), não podemos esquecer das pizzas congeladas. A salvação da galera que não sabe cozinhar! Ok, eu sei cozinhar, mas compro pizza congelada mesmo assim. E não existe pizza congelada melhor do que a de lombo com catupiry da Sadia. Não existe. Não existe. Não ex... Ok, parei.

Mas sério, além de ser uma delícia, é o melhor custo x benefício EVER! Se existisse algum tipo de premiação de Oscar, de Grammy, de whatever, para as pizzas congeladas, essa aí ganhava CERTO! Um pouco mais de 7 reais por aquela pizza incrível, toda trabalhada no lombinho fininho, nas doses generosas de catupiry, naquela massa crocante... God, estou salivando só de pensar.

Para você saber o que comprar na próxima vez que for ao supermercado:
Então me conta: qual o seu sabor de pizza favorito? E você já experimentou essa maravilhosa pizza da Sadia?
Beijo da gorda!

21 de mar de 2011

oxford florido? eu vendo!

Então você quer ter um Oxford florido, é? Você pode ter o seu – e eu sei como.

Olha só que coisa mais gracinha:

Meu pai mandou fazer láaa na firma dele.

Sabe quando custa? R$80,00. É super barato, amiga. Ainda mais se você pensar que ele é todo de couro – e que na Renner você paga R$109,90 por um que nem é estampado, né. Sem falar que é todo confortável. E lindo de morrer!

Quer ter um nesse estilo? Entra em contato comigo através do e-mail nicolesdias@hotmail.com. Coloca no campo do assunto “Oxford Florido”, pra não ter confusão.

A numeração vai do 34 ao 39. Entrega em todo o Brasil. Você pode escolher entre essas opções de estampa abaixo:






Dúvidas? Pode colocar nos comentários, ou perguntar pra mim por e-mail.

Vamos dominar o mundo com nossos sapatinhos floridos! Beijones!

11 de mar de 2011

2012 tá aí

Ontem de manhã, mal saí da cama e fiquei sabendo do desastre que estava acontecendo lá no Japão. Fiquei vidrada na Globo News e quase perdi o ônibus para ir trabalhar - o que seria uma tragédia infinitamente menor do que a que está acontecendo com nossos amigos orientais, até porque passa um outro ônibus uns 6 minutos depois.

Eu nem vou começar com esses papinhos meio chatos e piegas de “a natureza só está devolvendo o que fazemos a ela”. Sim, eu kind of concordo com isso, mas não é disso que eu quero falar.

Você já assistiu 2012? Você não acha, assim como eu, que estamos mesmo vivendo praticamente o mesmo enredo do filme? As grandes catástrofes, totalmente inesperadas, se espalhando pelo mundo. Um troço que aconteceu láaaaa no Japão afeta os Estados Unidos, o Chile que, tipo, são praticamente nossos vizinhos!

Aquelas rachaduras que apareceram lá no chão do Japão, por causa dos terremotos, são assustadoramente parecidas com as que aparecem no filme.

Não estou dizendo que o mundo vai acabar exatamente no dia 21 de dezembro de 2012. Nem sei se vai acabar em 2012, como dizem essas profecias e tal. Mas que estamos indo para o caminho da destruição eu não tenho dúvida não, hein?

Enfim. Meu desejo para quem está sofrendo lá no outro lado do mundo – ou aqui mesmo no Rio Grande do Sul, em São Lourenço - se resume a uma imagem:

No próximo post, voltaremos à nossa programação normal. :*

3 de mar de 2011

nicole, você está sumida!

Tô sumida, tô mesmo, e não tenho vergonha de admitir. Ok, tenho um pouco sim. Meu blog anda meio às moscas, mas eu simplesmente não posso evitar. A correria no trabalho anda punk. Tanto é que eu ando trabalhando inclusive em alguns finais de semana. É.

Mas isso é uma questão de organização. Tenho certeza de que esse feriadinho de carnaval vai me ajudar a colocar tudo em ordem.

Portanto, aguardem. Quando as coisas voltarem a ficar daquele jeito tranquilão, suave na nave, você poderão conferir por aqui grandes novidades e posts com aqueles minhas aventuras que eu sei que vocês gostam. Afinal, eu ainda nem contem pra vocês o causo da cobra, né?

Então. Pra quem vai curtir o carnaval, uma boa festa! Não façam nada que eu não faria! Importante: não usem tênis sem meia e se beberem não dirijam, ok? Não quero ninguém machucado! E pra quem não vai curtiu o Carnaval, se divirta, seja lá o que você for fazer.

Beijo!