20 de ago de 2014

vamos passear? trilhas em Santo Antônio do Pinhal

Cheguei com novidadesssss! Fiz uma parceria bacana com o guia Roteiro de Turismo. Tudo a ver com o Blogando, né, que traz as minhas sagas no Brasil e no mundo. Preciso falar que fiquei bem feliz com isso – quer dizer que o blog teve o reconhecimento de uma empresa! Não vou ganhar produtinhos nem fazer look do dia, não se preocupem – não virei uma blogayra FHits, auehaue. A proposta é apresentar pra vocês lugares beeeeeeeeem legais e que estão mais perto do que a gente imagina!

Hoje eu vou contar pra vocês sobre as trilhas em Santo Antonio do Pinhal, que fica no Vale do Paraíba, pertinho de Campos do Jordão. Quem conhece levanta a mão! Eu não conhecia, mas curti muito o que pesquisei.

Santo Antônio do Pinhal fica em meio a montanhas, tem um clima gostoso na maior parte do ano e conta com muitas atrações, que foram selecionadas à dedo pelo Guia Roteiro de Turismo.


* Pico Agudo: um dos pontos turísticos mais visitados da região. Lugar certo para quem gosta de esportes, já que é muito frequentado por praticantes de asa delta e parapente. É sedentário? Pode ir mesmo assim: a caminhada é leve – e a fauna e a flora durante o percurso fazem dessa trilha muito procurada!

* Trilha do Matão: mais uma trilha considerada fácil. UHUL! A entrada fica a 700 metros da cidade e, como o próprio nome diz, passa por dentro da mata nativa que em muitos lugares permanece intacta. Duração média: 30 minutos. Bônus: é possível encontrar alguns animais durante o caminho.

* Trilha do Cambraia: essa já é um pouquinho mais difícil... Tem 5 km e passa por lugares lindíssimos!  O mais bacana: o ponto final dessa trilha é em uma propriedade que tem uma sorveteria e um lugar bem preparado para receber os turistas cansados da caminhada. EBA!

* Trilha do Mirante do Cruzeiro: muito indicada para famílias com crianças. Começa ao lado da igreja matriz da cidade, tem uma vista incrível e termina no mirante, de onde se pode ver uma paisagem belíssima da serra.

“Mas e aí, como chegar em Santo Antônio do Pinhal?” – vocês me perguntam. Eu nunca estive lá, mas me parece muito muito simples! Para quem está vindo de São Paulo a melhor opção é pela rodovia Ayrton Senna, depois seguir pela rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, que tem seu início em Taubaté. Pra quem está vindo do Rio vale a mesma coisa, porém pela rodovia Dutra até chegar na Rodovia Oswaldo Barbosa Guisardi e depois por fim, até Santo Antônio do Pinhal.

Curtiu? Quer ter mais informações sobre esses passeios, restaurantes, pousadas e tudo o mais? O site Roteiro de Turismo tá bem completinho! Clica aqui!

Selo Publi Nikoka de qualidade: através desse, asseguro a vocês, amados leitores, que qualquer publieditorial que entrar aqui contará com a minha aprovação. Não vou indicar produtos que eu acho UÓ - jamais! Essa é a regra. ;) 

18 de ago de 2014

detalhes da minha festa de aniversário, #quase30daNicole

Em julho desse ano eu completei 25 anos. Sempre tive uma relação meio tensa com essa coisa de ficar velha. Por fora eu vejo as mudanças acontecendo – o olho mais enrrugadinho quando eu sorrio, os primeiros fios de cabelo branco que se destacam, o cansaço depois de uma noite mal dormida... Mas por dentro eu me sinto a mesma: uma verdadeira criança, feliz e incansável. Então bate uma tristeza e um pavor essa coisa de passar da barreira dos “20 e poucos” para, enfim, pisar com os dois pés na chamada “vida adulta.” Enfim, aproveitei que nunca fiz uma grande festa de aniversário – nem nos meus 15 anos – para celebrar essas bodas de prata em grande estilo, e nesse post eu vou mostrar um pouquinho da minha comemoração – chamada “Quase 30 da Nicole.”

Minha ideia era não gastar muito (até porque eu nem estava podendo). Então passei horas pesquisando referências e coloquei a mão na massa para garimpar opções e fazer eu mesma a minha decoração. Uma festa barata, criativa e linda!

O convite. O bonequinho é EU! 

O tema da festa? Cores, dinossauros e unicórnios, óbvio. Um amigo meu fez o convite e a identidade visual da festa, com os personagens que eu acabei usando nos detalhes. Comprei bandejas, pratos e copos de cores diferentes, priorizando rosa, laranja e verde (uma festa discreta não seria uma festa com o selo Nicole de qualidade). Desenhei milhares de bolinhas e triângulos, que usei para decorar as paredes e o corrimão da escada que havia no espaço. Fiz um 25 enooooorme com cartolina de modelagem (é uma cartolina maior e mais durinha) e colei nos números retalhos de papel, de forma a criar um verdadeiro mosaico. Contei com a super ajuda da minha mãe, que recortou a maioria das ideias que eu tinha e me ajudou MUITO.  

A arte de não olhar pra foto... Domino. 




Comes e bebes: comprei algumas cervejas, refrigerantes, sucos e destilados para dar o start da festa. Fiz naquele esquema de “traga junto suas bebidas”, porque a sede dos meus amigos é infinita e meu dinheiro não daria conta. Para comer, risoles de frango e presunto & queijo, coxinhas (que eu AMO), bolinhas de queijo, cachorro-quente, brigadeiro, beijinho, torta... Fiz também uma mesa com guloseimas: balas, ursinhos com vodca, gelatinas de voda, pipoca salgada e doce (sem vodca), salgadinhos de pacote...

A festa estava cheias de plaquinhas divertidas... Tinha uma que dizia "não pegue a cerveja dos amigos". hahaha 




Um dos pontos altos da festa foi o momento em que estourei DOIS balões surpresas. Dentro deles, além de brinquedinhos e apitos, coloquei algumas "missões"... Tomar tequila, fazer novos amigos, elogiar as pessoas, tirar fotos no espelho... Foi bem legal ver a galera se esforçando para cumprir os desafios. Também levei pra festa uma arma de brinquedo - que era devidamente abastecida com tequila - e um capacete para colocar latas de cerveja, que comprei no Ali Express (melhor compra da vida).




Contratei um DJ – que por sorte é amigo meu e é muito talentoso – para animar a festa. Para as fotos, estipulei uma hashtag e pedi para todos usarem ela – as fotos espontâneas do Instagram sempre são muito mais legais que qualquer registro de fotógrafo. Aluguei um espaço bacana e pronto. Alguns dias corridos de preparativos, um sábado inteiro decorando, colando e me queimando com cola-quente e pronto.

Foi lindo, foi feliz, estava cheio, os amigos curtiram, eu amei. Tanto que perto das 6 horas da manhã eu, acabada, tive que dizer para os meus amigos: amo vocês, mas podem ir agora? HAHAHA sim.

Espero que gostem das fotos da festa... Ah, fiz um board no Pinterest com mil ideias e inspirações – que me ajudaram muito a montar a festa do jeito que eu sonhei. Sigam lá!

Beijos e até mais. ;) 

16 de ago de 2014

voltei pra ficar, porque aqui é o meu lugar

Bati um recorde, gente. O recorde de “maior tempo sem aparecer pra dar satisfação no Blogando com Nicole!”. Na verdade eu estou fazendo graça para disfarçar a vergonha que eu estou sentindo. Porque sim, me sinto culpada. O blog é um hobby, uma diversão pra mim e pra vocês, mas nada no mundo justifica eu ter ficado longe por tanto tempo. Well, coisas da vida.

O que fiz ultimamente? Muita, muita coisa. Trabalhei muito, estudei muito (quase acabando a pós-graduação!), me diverti muito. Fiz 3 tatuagens, completei 25 anos, fiz uma festa de aniversário, me viciei em Hannibal, assisti todas as temporadas de Orange Is the New Black, comi sushi, aprendi a fazer minha própria pizza... 

Passou a Copa do Mundo, passou os barzinhos com estrangeiros e a Fifa Fan Fest, passou um ano da minha viagem a Buenos Aires... Fui a formaturas e aniversários, ao cinema, tomei muito chimarrão, vivi muito e escrevi pouco. Mas é preciso balancear as coisas – e eu sinto uma falta tremenda de contar coisas... E até andei escrevendo alguma coisa de ficção nos últimos dias, que eu vou postar quando tiver coragem.

Então, e vocês? Tudo certo por aí? Me contem o que andaram fazendo. Podem me xingar, é claro. E me lembrar de todos os posts que eu estou devendo, porque eu vou postar. PROMETO!

Beijo e até daqui a pouco! (: