29 de jun de 2008

bye bye tchauzinho

Que mulher não se incomoda com aquele excesso de pele ali, encima do cotovelo, embaixo do biceps, algo meio que gelatinoso, o chamado... tchauzinho? Aquilo balança quando não deve balançar, marca blusas com a manga mais justa, enfim, é feio. E, para perder, somente malhando, galera. E malhar dói, e demora pra fazer resultado. Porém, se toda a tecnologia existente e que ainda não foi inventada estivesse em meu poder, esse problema se acabaria. O que seria criado e que eu e 80% das mulheres do mundo todo precisamos é o 'bye bye tchauzinho' - um aparelho em forma de bracelete que, usado encima da área problemática, lança uma carga iônica invisível que - plim! - acaba com qualquer chacoalho na hora de acenar. É a tecnologia em prol das mulheres modernas. Meu nome já está na lista se algum dia isso vier a existir. Alguém se candidata?

15 de jun de 2008

um rostinho bonito ou muita cuca no lance?

Pra se dar bem na vida, o que ajuda mais: beleza ou inteligência? Olha, menina, a resposta é bem simples. De nada adianta ter um corpo maravilhoso, um cabelo de comercial de shampoo e aquele rostinho bonito se te falta conteúdo. A menos, é claro, que você queira "seguir carreira" de participante do Big Brother (e depois de ex-participante do Big Brother. Cada um, cada um, ué).
É claro que a beleza, em algumas ocasiões, é necessária - como em carreiras de modelo, recepcionistas, atendentes das Lojas Renner (hmm, nem todas são...) - mas, no momento em que a beleza acaba... já era! Já a inteligência é uma coisa que fica. Muitas pessoas que são bem sucedidas não são necessariamnte bonitas. Bill Gates e o cara que criou o Orkut que o digam. A beleza abre algumas portas, não posso negar, mas a inteligência as mantém abertas. Não basta ser um rostinho bonito, tem que ter muita cuca no lance.