7 de jul de 2009

dois asteriscos enormes sobre grey's anatomy e intercâmbio

Esse post se dividirá em dois assuntos muito, muito importantes. Um deles é o episódio final da temporada de Grey's Anatomy. O outro é o intercâmbio que farei amanhã (!!) para a Inglaterra.
* Jeeeeezuis. Vocês olham Grey's Anatomy? Se não olham, dou vários bons motivos para olharem: Dr. Sheperd, Dr. Hunt e Dr. Sloan. E os três juntos. Ok, a trama toda é muito boa também, e vale a pena acompanhar. E na última segunda-feira, dia 6, passou aqui no Brasil o último episódio da atual temporada. Se você está esperando para ver a reprise no domingo, pare de ler bem aqui. Resolveu continuar? Tudo bem. E o último episódio, minha nossa, valeu por todos aqueles episódios meio xoxos em que as alucinações da Izzie insistiam em aparecer. O final teve cenas dramáticas, engraçadas e discussões, muitas discussões.
Sloan convida a pequena Grey para morar com ele e ela diz que prefere esperar mais um pouco. Sloan se indigna, pois geralmente é ele que diz isso para as mulheres. George se alista no exército e todos estão tão preocupados em achá-lo e fazê-lo mudar de ideia que nem se dão conta de que ele é o paciente misterioso e deformado que foi arrastado por um ônibus depois de salvar uma mocinha indefesa. E justo na cena que a Grey está prestes a descobrir que é ele, começou a chover e minha Sky saiu do ar! Sério. Minha mãe rindo e eu lá, indignada. Pouco depois a imagem voltou, mas é claro que A CENA mais esperada eu não vi.
E a Izzie, depois de muitas brigas e indecisões, acaba decidindo operar o tumor, em vez de fazer o tratamento daquela outra doutora agressiva que eu não sei o nome. Daí, tudo certo, ela acorda depois da cirurgia e tudo bem. Pergunta pro Sheperd se ele tirou o tumor, fica contente. Daqui a pouco, torna a perguntar a mesma coisa. E de novo. Ops, problemas por aí. O Alex fica enlouquecido e fica forçando ela a lembrar coisas que ela logo esquece. Daí, quando ela lembra de alguma coisa e o Alex está abraçando ela e dizendo "Você voltou!", ela tem uma parada cardíaca. A cena fica tensa, já que a Isobel havia assinado um papel que não autorizada a ressussitação. Minha mãe ficou assustada e eu logo disse "Não se apavore, mãe, li nos spoilers que o Chief vai autorizar eles a tentarem reanimar ela". "Ufa" disse ela, e continuamos a assistir. Nisso trocou a cena. Grey entra correndo e diz para todos, gritando, que o cara desconhecido e deformado era o George, que também parecia estar tendo um ataque. Dr. Hunt, Dr. Sheperd e alguns outros correm para lá, Chief, Miranda, Cristina e outros são bipados e correm para a Izzie.
Aí começa a emoção. Começa a tocar Off I Go, de Greg Laswell, que é linda. a voz da Grey começa a dizer "'I love you. I don't ever want to live without you. You changed my life.' Did you say it? Make a plan. Set a goal. Work toward it, but every now and then, look around; Drink it in 'cause this is it." Izzie começa a levar diversos "clears" no coração. Mostra George, sendo cortado e tudo também. Mostra os sinais vitais deles, subindo e descendo. Corta rápido de um pro outro. Daí vem o arrepio. Aparece Izzie, com o vestido de baile daquele episódio que o Denny morreu. Ela entra num elevador. À certa altura, o elevador pára, as portas abrem e lá está George, de cabeça raspada e uniforme de exército. Eles se olham, com uns sorrisos de Monalisa. Daí mostra a tela dos sinais da Izzy, parados. Tipo, morreu? O Chief dá mais um clear nela, a voz da Grey diz "It might all be gone tomorrow". E aí acaba! Assim, sem mais nem menos, abrindo tudo para milhares de interpretações, que ficarão para um próximo asterisco enorme sobre Grey's Anatomy. E veja aqui os momentos finais, inclusive com a cena que eu perdi quando começou a chover.
* Intercâmbio? Será que você leu direito? Siiiim, você não é cegueta como eu, você leu isso mesmo. Porque, tchantchantchantchan, queridos e queridas, eu viajo para a Inglaterra amanhã! Passarei um alegre mês na cidade de Brighton, ao lado de um grupo de 21 pessoas da minha faculdade ou arredores. E Brighton é praia, e lá em England é verão. Sentiu o perigo? hahaha Ficaremos em casas de família, teremos aula pelas manhãs e tardes e findis livres. E sabe o que isso significa? PQP, CARA, EU VOU PRA LONDRES! Tenho certeza de que chorarei feito um bebê no momento que chegar lá. Depois manterei a pose, é claro. E poooor falar em pose, agora sim a pose de deusa se disseminará pelo mundo. Yes, I can tirar foto fazendo pose do lado do boneco de cera do Michael Jackson, ou do incrivelmente sexy guarda britânico que não se mexe (embora não seja de cera). E vou entrar em cada porta que tiver aberta, do mercadinho à barbearia (ou não). E vou tomar cervejas quentes inglesas e frequentar pubs. E vou ver o Big Ben, os museus que são com entrada grátis, as feirinhas de Candem Town, as Jóias da Coroa, os príncipes e a Rainha... Talvez eu não veja os príncipes e a Rainha, mas com certeza verei muitas coisas. À medida do possível, postarei aqui novidades, fotos e tudo mais.
Ah, sim, quase esqueço. No meu aniversário (20 de julho e dia do amigo), estarei distante, lá na Europa. Vocês podem enviar presentes e cartões para minha residência no Brasil, que minha mãe tomará os devidos cuidados com eles.
Me desejem boa viagem, caras! E boa sorte com o avião, a imigração e todas as paradas sinistras que tenho que fazer antes de tocar os pés no solo de um país de primeiro mundo. Eu volto em breve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários! Vamos conversar?