6 de mai de 2012

meu domingo foi assim



Ontem de noite eu vi a maior e mais brilhante lua que já havia visto nesses meus 22 anos de vida. A noite era fria, o sábado estava prestes a se transformar em domingo. Eu vestia um vestido vermelho, sapatilhas douradas, cabelo solto e meio bagunçado. Dentro do salão, a música alta embalava o casamento, os noivos se olhavam como se a melodia toda estivesse tocando apenas para os ouvidos deles, a cerveja era abastecida nos copos que depressa se esvaziavam. Embarcamos no carro e eu dormi com a cabeça encostada no banco, acordando apenas já na casa do meu namorado.

O domingo amanheceu quente. Depois de muitos cochilos e preguicinhas, era hora de voltar pra casa. Almoço de domingo, comidinha caseira feita pelo meu pai. Risadas sem fim ao redor da mesa. Como é bom estar com pai, mãe e irmão.

De tarde, me agarrei em todo o material da aula de terça-feira. Essa semana será noite de prova, então é preciso estar pronto, com os pensamentos alinhados com o que foi ensinado até então. O estudo foi acompanhado por doces, já que é impossível ser feliz apenas lendo e quebrando a cabeça. 

Mas todo trabalho duro merece sua recompensa. Com minhas botinhas de cowboy, fui ao cinema – para descobrir que os ingressos para o filme que eu queria ver estavam esgotados. Daí foram idas e vindas, litros de refrigerante, muitas ligações e encontros, quilômetros rodados. Acabei perto de Porto Alegre, em um lugar que vende cachorro-quente. Só que eu não comi nenhum. 

Um comentário:

  1. Para o domingo ser realmente perfeito , faltou me visitar...kkk (estou modesta hoje). Beijos

    ResponderExcluir

Adoro comentários! Vamos conversar?