10 de ago de 2009

como yo sofro...

Eu sou daquelas que, sim, sofre por antecipação. Pode ser que o problema nem tenha surgido ainda, eu já penso nele e já sinto palpitações e borboleteamentos no estômago. Sim, eu inventei "borboleteamentos", mas não conseguiria encontrar palavra melhor para descrever a sensação que é quando você fica ansioso, aquela sensação pra lá de ruim. Minha ansiedade vai longe. Fico imaginando se aos trinta anos as coisas vão continuar do jeito que estão ou se vão mudar para melhor. Não quero chegar tão cedo aos 30, mas é medonho não saber como vai ser! Fico ansiosa com relação a surpresas, e não saber na segunda-feira o que será feito no domingo, por exemplo. Fico nervosa com trabalhos que são dados no início do semestre, para serem entregues só lá no finzinho - já faço na segunda semana, não gosto de ter coisas pendentes, eles me deixam ansiosa sem motivo.
Para outras coisas, porém, sou bem tranquila. Um dia antes de fazer o intercâmbio, por exemplo. Enquanto diversas meninas estavam sem comer e sem dormir, eu já tinha comido normalmente meu café da manhã e dormido como um bebê à noite. Prestes a fazer tatuagens, fazer provas de auto-escola ou doar sangue também, mantive a calma.
É meio sem noção, eu sei.
Mas nem tudo está perdido! Eu não sou uma psicopata nervosinha não, hein? Até que eu venho melhorando nisso. Aprendi a esperar pelas coisas: quando for pra ser, a oportunidade vai aparecer, as portas vão se abrir. Eu faço a minha parte e aguardo. Se não terminou bem, é porque ainda não terminou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários! Vamos conversar?