26 de set de 2012

um pequeno mimimi sobre meu sumiço



Minha carteira de identidade diz que me chamo Nicole. Minha carteira de trabalho diz que sou redatora de redes sociais. Meu status no Facebook diz que sou solteira. Meu histórico escolar diz que me termino meu curso de jornalismo no final desse ano. Essa combinação de fatores, por si só, já é tremendamente corrida. 

Pensei que voltar a ser solteira depois de pouco mais de 9 meses de namoro seria complicado. Que eu sofreria em casa, vendo fotos, chorando. Muito pelo contrário. A decisão foi minha, então aceitei as consequências. Não vou dizer que não chorei, meus amigos sabem que isso aconteceu. Mas saí mais forte dessa experiência. As fotos eu rasguei e não passo um minuto sem a companhia de pessoas que me querem bem – e me dizem o tempo todo que eu sou maravilhosa e logo logo vou encontrar um cara sexy e decente pra mim, que vai me tratar como a dama que sou. Isso ajuda a deixar a tristeza lá atrás e ocupar a mente.

Falando em ocupar a mente, TCC é um monstrinho, né? Mesmo a gente tendo medo dele, é impossível não falar no assunto. Comparar a quantidade de capítulos feita, qual o próximo passo a ser tomado, que dia foi marcada a orientação... É um mundo acadêmico muito novo pra mim. Minha pilha de livros está maior que minha vontade de comer quindim nesse momento – e olha que a vontade não é pouca. Mas, como no caso mencionado no parágrafo anterior, eu vou sair mais forte dessa também. Ou, pelo menos, entendendo um bocado sobre redes sociais e revistas femininas...
Então, como vocês podem ver, é mais ou menos por isso que eu sumi aqui do blog. Por estar escrevendo ou brigando ou bebendo ou fazendo alguma dessas coisas. 

Mas, assim como eu apareci hoje, posso aparecer de novo a qualquer minuto. Ainda mais que fui na minha primeira aula de dança de salão ontem. Tenho MUITA coisa pra contar. Me aguardem. :D 

E um lembrete para terminar o post:

2 comentários:

  1. dói, mas com o tempo voltamos a sorrir, sobre o tcc força na peruca eu passei por esse monstrinho, no final tudo acaba bem
    bjs

    ResponderExcluir
  2. E aí alemoa sumida.
    Estamos vivendo e aprendendo então?
    No fundo, essa a graça. Mesmo que seja complicado, triste, chato e tudo mais é preciso passar por essas pra aprender e de fato, ficar mais forte cada vez.
    Só posso te desejar força, sabedoria e muitas amigas (de verdade) para estarem do teu lado.
    Sorte na caminhada.
    Vamo que vamo!

    E tipo, eu tava com muuita saudade.
    Volta viu? Esse canto é teu, a gente te adora e também precisa de ti :/

    Beeeeeeeeeijo :*

    ResponderExcluir

Adoro comentários! Vamos conversar?