9 de fev de 2012

a picada da aranha

Oi, meu nome é Nicole e eu fui picada por uma aranha. Na verdade, esse é o diagnóstico que eu dei ao me dar conta de que tinha no braço esquerdo uma marca grande, vermelha e cheia de bolinhas de água. “Mas daonde você sabe o que são essas suas feridas, Nicole? Você, por acaso, estuda medicina?”. Não, gente. Eu dei esse diagnóstico porque já havia sido picada por uma aranha em outra ocasião – mas, daquela vez, a ferida estava no meu rosto. Éeee, amigos. Como eu sei que poderia ser bem pior, não entrei em pânico nem nada. Até porque a ferida não dói – é apenas uma coisa feia pra caralh*.

Não, eu não sei quando eu fui picada por uma aranha. Eu não vi. Deve ter sido quando eu dormi na praia com a varanda aberta. Ou quando eu pulei na piscina meio fria e sujinha, de roupa e tudo. Ou quando, sei lá, em algum momento isso deve ter acontecido. Eu só me dei conta de que algo estava estranho quando vi a ferida.

Só que isso não me impede de pagar de sofredora e fazer um pequeno drama. Essa dramatização dos pequenos acontecimentos da vida real torna as coisas mais interessantes, numa vibe novela-mexicana-do-SBT.

Aconteceu ontem. Entrei numa outra sala aqui na agência e disse dramaticamente para a colega V.B.*, 27 anos:

- V!!!!!!! Olha só. Fui PICADA por uma ARANHA! – mostrei pra ela meu braço num gesto corajoso.

- MEUDEUS, Nicole, que horror! – ela disse, horrorizada.

- É, né? – eu disse, rindo.

- NOSSA! Mas o que tu tá fazendo? Dói?

- É... Não, não dói não. Tô passando pomada e tal. Eu vou sobreviver.

Minha família também já está cansada de ter que olhar pra essa mancha no meu braço e ter que ouvir um “olha que horror essa PICADA DE ARANHA”. Até meu namorado, que está lá em São Paulo na Campus Party, teve que ouvir no telefone um “fui picada por uma aranha!!11!!!”.

Mas calma, gente. Na verdade nem tá tão feio assim, eu estou exagerando. Estou tirando fotos pra perceber a cura com o passar do tempo, mas não trouxe nenhum cabo para passar elas pro computador hoje. Vou mostrar aqui quando der – e eu lembrar. Mas, aqui vai a dica: NÃO JOGUEM “picada de aranha” no Google Images. As que estão lá são horríveis, de embrulhar o estômago – e a feridinha que eu tenho no braço não chega nem perto de nenhuma delas.

Tá, vou nessa. E, não se preocupem: eu vou sobreviver.

* Os nomes foram guardados para manter a privacidade dos indivíduos. TÁ, MENTIRA. Achei engraçado demais colocar V.B., como se fosse uma PÁGINA POLICIAL ou algo do tipo. UAHUEHAUIHEIAUHEIUA

Um comentário:

  1. Nicole, vc me mata de rir com suas aventuras kkk melhoras e por favor sobreviva, e obrigada pela dica...NÂO FUI NO GOOGLE IMAGES kkk
    Beijo, quando der passa lá.

    ResponderExcluir

Adoro comentários! Vamos conversar?