12 de dez de 2010

emagreça com nicole dias

Muitas pessoas me perguntam qual é o segredo para conseguir um corpo tão magro, sarado e sensual como o meu. HAHAHAHAHAHAHA, ok, esqueça a parte do sarado e sensual. Mas muitas pessoas perguntam como é que eu faço para ser tão magrinha, visto que eu estou constantemente com fome – e constantemente comendo também.

meu primo, eu e nossos corpos sarados

Por isso, é hoje, caro leitor. É hoje que vou revelar os segredos da magreza. Preparado?

1 – tenha um metabolismo rápido

2 – seja de uma família de pessoas magras

É, esse é o segredo: a maravilhosa genética. Não me odeie, é a mais pura verdade!

Eu sou uma dessas pessoas que come para caramba e não engorda. Mas não fui sempre assim não. Teve uma época, quando eu tinha lá meus 11, 12 anos, que eu era meio cheinha. Mas também, passava as tardes em casa, deitadona, assistindo Sessão da Tarde e comendo bolachas rechadas! Impossível ser magra dessa maneira. Depois disso, tive uma fase meio anoréxica, quando eu não comia nada nada. Foi meio doentio e tal, e eu tive até problemas de saúde.

Daí depois disso eu aprendi a ter uma relação amigável com a comida. E comecei a me ocupar, trabalhar, ir a academia e tal e tal e tal. E hoje posso comer uma pizza inteira de lombo com catupiry da Sadia e ficar triii de boa. Rá!

E é engraçado quando você é uma dessas pessoas magras que comem pra caramba e não engordam. Coisas acontecem.

1 – as pessoas não acreditam que você pesa exatos 61,5Kg. “Mas parece ser muito meeenos”, elas dizem. E então elas tentam pegar você no colo para ver se você é, de fato, pesada. Ou dizem “mas ooooonde tu esconde esse peso?”. Pois é.

1.2 – Ok, eu me pesei ontem e perdi peso. Agora eu tenho 60,8Kg. O que eu fiz para conseguir isso? Absolutamente nada.

2 – as pessoas desprezam você por perder peso com muita facilidade, enquanto elas tem que se privar de tudo o que é bom na vida – ou comer o que é bom na vida mas ficar com peso na consciência depois.

3 – por ter metabolismo rápido, você sente fome de pouco em pouco tempo. As pessoas nem se surpreendem mais quando você fala/twitta/resmunga: tô com foooome!

4 – aliás, você passa a ter uma estranha fama de “pessoa faminta”, e quando você fala alguma coisa a respeito as pessoas dizem “oh really?”. Ou ainda twittam coisas do estilo “dando uma de @nicoledias: tô com FOME!”.

Mas olha só, leitor e leitora. Se você não foi abençoado com esse metabolismo The Flash aí, nem tudo está perdido. Você não precisa nascer de novo não! Se você não está feliz com seu corpo, existem mil coisas que você pode fazer. Tomar Caralluma, que é um remédio natural e é o novo favorito das pessoas e tal, é um deles. E minha colega de trabalho Juliana está tomando esse troço. Eu, como boa pessoa que sou, estou fazendo um acompanhamento direto sobre o funcionamento disso. Por isso, aguarde. Em breve, aqui no Blogando com Nicole, vai rolar “O diário da Caralluma”. Vocês não perdem por esperar.

_________

Ahh, só um adendo a esse post. Você já deve ter se dado conta de que o Natal está praticamente aí, né? Entrando nesse clima, a agência onde eu trabalho, BRA Digital, preparou uma ação de Natal coisa mais querida. Você acessa www.bradigital.com.br/natal2010, coloca a sua foto no pinheirinho e diz quais são os seus desejos de Natal. Afinal, essa é uma época de compartilhar – e porque não compartilhar desejos? Por isso, convoco vocês a fazerem parte da árvore também. E procurem a minha fotinho por lá – nela eu to trabalhada nas orelhas de Minnie e na cara de feliz. Rá!

Beijo!

8 comentários:

  1. que inveja dessa magreza hahahaha, mas é inveja branca, tá?
    por sentir fome de pouco em pouco tempo, vc acaba sempre dando umas beliscadas (come sem exageros) e o metabolismo sempre trabalhando, por isso mantém o peso, e a malhação ajuda muito também né.

    Beijinhos
    eu já tô lá na árvore.rs

    ResponderExcluir
  2. Só a genética mesmo para manter a pessoa magra - sarada e sensual - como você. Porque ninguém quer ter que ficar passando fome, e parar de comer pãos e massas, isso é uma tortura. E os doces então? Nem pensar. Beijo

    ResponderExcluir
  3. Você é alta, né?
    Pq eu sou magra, mas não como você!
    Tenho 1,64 e 52 kg!
    Pois é, genética é o que há!

    xD

    beijo

    ResponderExcluir
  4. nicole, vc roubou meu segredo de beleza! HAHAHA
    eu tb fui abençoada com esses genes de magreza.
    beijao

    ResponderExcluir
  5. Posso ter uma little invejinha da tua genética? Obrigada.
    hahahah.

    ResponderExcluir
  6. Meu namorado é uma dessas pessoas, e tem que conviver com piadinhas o tempo todo. Algo como "come mais, Marcelo", "Eita, ia até sobrar, mas como o Marcelo veio..." "Não se acanhe não, pode colocar mais no seu prato, eu já conheço a sua fama".

    E ele não engorda, o bastardo.
    Eu também já fui uma dessas pessoas... Mas metade da minha família é obesa. Ou seja, genes malditos em guerra com genes da magreza profunda.

    ;********

    ResponderExcluir
  7. Oiiii ! Olha os "corpinhos" da família na net . Bom d+.
    Sou a outra parte da família. Aquela que não recebeu a benção.rsrs bjs

    ResponderExcluir
  8. aaaaaaaa CARALLUMA, viu ontem (19/12/10) no fantástico e super lembrei deste post... vc viu? eles falando sobre... rs

    bjj

    ResponderExcluir

Adoro comentários! Vamos conversar?