17 de jan de 2018

Eu não paro de correr

Entre as minhas resoluções para 2018, nesse ano eu resolvi que queria conseguir correr 5 km.

Na real, já faz um tempo que eu tinha interesse nessa vida de corrida. Até participei, no passado, de algumas provas de rua – com direito à medalha e tudo. Mas então, por causa de falta de disciplina e daquela velha história de “não tenho tempo”, acabei deixando essa atividade de lado. Pra ser sincera, qualquer tipo de atividade física passava longe.

Então que agora, na contagem regressiva para os 30 anos (que completo em 2019), resolvi que era é o momento de criar vergonha na cara e colocar o tênis na estrada, literalmente.

Baixei uma planilha com treino para iniciantes, colei na porta do meu guarda-roupa e venho seguindo tudo que é indicado religiosamente. Ou seja, 3 vezes por semana estou lá fora, suando a camiseta enquanto ouço um bom podcast.

Ontem eu consegui correr 5 minutos sem parar e foi um feito inédito. Para quem, nos últimos tempos, fazia levantamento de caixa de pizza... Baita transformação.

A cada treino o negócio vai evoluindo, mas é daquele jeito: despacito. Porque o corpo precisa se acostumar a estar em movimento, é preciso ter fôlego, acertar as passadas, respeitar as pausas.

E, quer saber? Eu tenho me sentido maravilhosa. Já consigo ver resultados no meu corpo, na minha energia, na balança. Me pego lendo sobre maratonas e dietas de corredores. E cada vez fico um pouco mais apaixonada por isso tudo.

No momento em que tu te joga de cabeça em algo e ela para de ser obrigação, ganha um espaço na rotina e acaba sendo uma coisa positiva no dia a dia. E muito vem da cabeça. Ao invés de pensar “que saco, hoje é dia de correr”, eu já me pego calculando se consigo ser mais rápida, ir mais longe ou perder mais calorias que da outra vez.

É clichê, eu sei, mas a nossa mente é poderosa.

E tu, o que tem feito? Já se apaixonou por algo em 2018? Me conta.

-----------------

Quem se inscreve na minha newsletter recebe textos inéditos. Acessa aquihttps://tinyletter.com/nicoledias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários! Vamos conversar?