2 de nov de 2008

Emília e Buddy Poke

Sim, a democracia é feita neste blog! Vocês votaram e aqui está o post vencedor, seguido de um post que vale a pena ser lido! Mas, não se desesperem. Os outros posts da votação aparecerão, algum dia. São bons demais para serem esquecidos, hohoho. (:

O incrível dia em que trabalhei vestida de Emília
O dia da criança estava chegando e minha colega Anelise resolveu que seria muito legal se alguém se vestisse de algum personagem e distribuísse pirulitos e simpatia entre as crianças. Surgiu, então, o burburinho. "Olha, a Nicole já se vestiu de Minnie numa festa", etc. Foi que foi que eu fui a escolhida da loja. Surgia a questão - que personagem agradaria tanto meninos como meninas? E a cabeção aqui disse: "Que tal a Emília, do Sítio?" sem lembrar que a Emília, do Sítio, tem a cara toda pintada de branco e uma peruca pra lá de esquisita. Mas, enfim, todos gostaram da escolha, coisital. Alugaram a fantasia, chegou o dia. Horas sentada no banheiro tendo a cara pintada de branco e ouvindo a frase "Ô, meu, jamais pensei que um dia estaria nessa situação" vinda de mim, óbvio. Montaram pra mim um cenário bem bonitinho, com uma mesinha para as crinças desenharem e materiais para eu pintar os rostinhos delas (sim, você leu direito). Me entregaram uma cesta cheia de pirulitos, me deram um empurrão nas costas e disseram "Vai lá!". E eu fui lá. Um dia inteiro abordando crianças na Livraria, entregando pirulitos e pintando nelas bigodinhos de gato (é só o que eu sabia pintar!). Algumas crianças tinham medo - mas, também, uma guria de 1,73 de altura, com a cara toda branca, um sorriso maníaco, uma peruca e um vestidinho amarelo também me assustaria. Mas, no final das contas, foi um dia bem divertido, até.
Os melhores diálogos do dia devem ser transcritos aqui, de maneira quase idêntica ao que foi dito. Quando eu digo "elas" são as crianças, ok?

elas: - Ô Mília, tu veio lá do Sítio?
eu: - Sim, eu vim. :B (hahaha, eu não poderia dizer que não, né? Ou poderia?)
*crianças pensam um pouco* *crianças ficam com caras assustadas*
elas: - Então a Cuca veio também?
eu: - Não, ela ficou lá na casa dela, não se preocupem. (Só depois que eu lembrei que a Cuca mora numa caverna, não numa casa. Dã.)
elas: - Ufa!

menininho, apontando pra mim: - Palhaço!
mãe do menininho: - Não, não é palhaço. É a Emília!
menininho, apontando pra mim: - Mília!

crianças mostra para as outras uma revista do Pica Pau: - Olha, Pica Pau!
todas as outras: - Olha, Pica Pau, Pica Pau! (tipo, muito alegres). Olha lá, fulano. Olha lá, Mília.

Resta a questão: eles não conseguem dizer o "E" do Emília? hahahaha :~
__________

Considerações sobre os Buddy Poke:
- As pessoas adoram comentar comigo: "Noooffa, mas teu Buddy é tri parecido contigo!". Gente, vocês já viram o tamanho dos olhos desses bonequinhos? Ok, tá certo que meus olhos não são os menores, mas, poxa... E eles não tem nariz, certo? E o cabelo se mexe na ausência de qualquer brisa.
- Me empolguei quando vi a opção "orelhas". Daí fui lá e... Meu, que diabos são aquelas orelhas? Uma de gatinho, uma de coelho e duas, hã, não identificadas. Pra quê?
- Minha Poke é tão linda cantando no karaokê... Na verdade, sempre que eu modifico o humor eu coloco isso. Sim, sou bem original. (Ok, eu ponho ela naquela Motorela também, às vezes).

Eu voltarei! ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários! Vamos conversar?